Família

setembro 4, 2007 às 12:07 am | Publicado em Espanha, Família, João do Caminhão | 4 Comentários

Às vezes acho que minha família é a mais estranha de todas. Hoje tive a oportunidade de passar quase toda a manhã com três representantes dela: meu irmão que tem insônia e não deixa que ninguém durma até que ele tenha dormido, pois acha que ficar acordado sozinho aumenta sua insônia, meu pai, fanático pela Espanha e pela limpeza do carro e minha tia, irmã do meu pai, que não tem filhos, gosta de espremer espinhas, é fã de Roberto Carlos e que me chama por um nome horrível.

Bem, a manhã começou assim.

Acordo com o telefone tocando e escuto minha mãe dizendo: “ele tá dormindo, mas eu vou acordá-lo. Agora mesmo ele está aí”. Meu pai toma o telefone dela e logo diz: “a Espanha tá ganhando… ah não sei de quem é não, mas tá ganhando. É de um tal de gan”.

Minha mãe abre a porta do quarto e diz que tenho que ir na casa da minha tia arrumar o computador que travou. Eu levanto, escovo os dentes, vou pra sala e lá está meu pai, com uma bandeira da Espanha no sofá e com a camisa da seleção. Olha pra mim e diz: “quem é esse time que a Espanha tá ganhando”? Eu com sono respondo: “Gana? Como você sabe que a Espanha tá jogando e não sabe de quem ela tá ganhando?” Com um grito ele responde, “AH MAS A ESPANHA EU SINTO QUANDO VAI JOGAR!”

Meu irmão abre a porta do quarto com uma cara horrível de nervo e diz: “Eu não recebo apoio nenhum nessa casa, todo mundo sabe que eu tenho problema com sono e ficam gritando e telefonando, só recebo desgosto aqui”, meu pai com um sorriso diz baixinho, “a Espanha é uma fúria!”

Terminado o jogo, eu já esperando há meia hora pra ir pra minha tia entro no carro.

Quando estamos saindo meu irmão aparece e diz: “Vou com vocês.” Eu digo: “Mas você não queria dormir?” Irmão diz: “Vou ficar fora de casa o dia todo, talvez assim eu passo a existir aqui”. Então eu fico a pensar. Mas se ele quer ficar fora de casa não seria melhor ele sair sozinho ao invés de ir junto com a gente pra casa da tia, e voltar daqui uma hora?

Depois de todos embarcados e meu pai ter passado pano no volante antes de começar a dirigir saímos. Na outra esquina meu pai para o carro pra limpar toda a parte esquerda por que o vizinho que estava lavando o carro deixou espirrar água de sabão, e isso faz encardir a pintura. Quando começamos a sair pela segunda vez, eu, humildemente, que havia participado tão pouco de tudo, e falado tão pouco, abro a janela, então ele diz pra fechar, pois está ventando muito e o vento levava poeira pra dentro do carro. Durante o caminho não tivemos mais nada de anormal.

Chegando na casa de minha tia aperto o interfone, ela atende e eu digo: “Já cheguei”. Ela diz: “Já chegou Agustinho Neto coraçãozão?”. Então entro, sento em frente ao computador, ligo e está tudo normal, como se tivesse arrumado sozinho. A essa altura meu pai animado com o jogo já esta conversando tudo em espanhol com ela, comigo, com meu irmão e às vezes com ele mesmo, e já está rolando Roberto Carlos de som ambiente. Depois que vejo que o computador não tem nada de mais, ela me dá um CD de plantas de apartamentos pra olhar e descubro que tenho que baixar um programa que permita ler os arquivos. Como o computador dela tem uns 11 anos, mesmo ela tendo dinheiro pra comprar um de última geração, iria demorar 30 minutos pra baixar um programa de 8 MB. Ela me leva pra sala e vai procurar espinhas, espreme uma e diz que outra ainda tem outra, que uma ainda não está no ponto, espreme no meu pai e volta para meu lado, meu irmão que encontrou um livro de auto-ajuda não parava de ler, de repente ela vira e diz: “Agustinho Neto, vou te ajudar a organizar seu casamento agora”, então o download termina, eu não consigo arrumar, e volto pra casa. Chegando ligo pra minha namorada, e fim de manhã.

4 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Hahahahaha!
    A lógica do seu irmão foi demais.

  2. Que manhã proveitosa, João Coraçãozão!
    Se sua noiva fosse espanhola, seu pai poderia assistir aos jogos da Fúria ‘in loco’.

    E que programa você ia baixar? O Voloview?

  3. Alhaurim de la Torre – Malaga
    A gente referia a localizaçao de parentes espanhois e entao passo estas referencias:
    Rivera Luque Imigrantes de Malaga a saber:
    Avos : Antonio Rivera Luque e Anna Bosada Delgada , familia da avó loc. em Turmalina SP.
    Bisavos: Antonio Rivera Perez e Theresa Luque Luque. (Estiveram, Jundiai SP/Cambara e Bandeirantes Pr ate 1938)
    Tataravos: Sebastian Rivera Ortiz e Francisca Perez Ortega.
    Jose Luque Vega e Antonia Luque Cabrera.
    Se o registro de nascimento do meu avo eh de Alhaurim de La Torre – Malaga, provavelmente sao todos do mesmo local.
    Origadooo e abraços…

  4. estoy procurando um amigo de la infancia:
    RAFAEL VIDALES CAERRTERO.
    estoy en el Brasil desde 1954 y nasci em Málaga en 1929.
    Gracias


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: