Plano

setembro 22, 2007 às 2:17 pm | Publicado em Domenik, Poema | 1 Comentário

Abril
Quem sabe um ardil

Assim
Quem sabe jasmim

A mil
Quem sabe no rio

A sorte
Quem sabe a morte

À noite
Quem sabe um açoite

Ao leito
Quem sabe um peito

A mim
Quem sabe um fim
.
.
.
Ao teu lado…
Melhor ficar calado.

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Gente… sem palavras pra descrever isso!
    Perfeito!!! Amei de verdade!!!
    Adoro esses jogos de palavras que te conduzem pra algum lugar inesperado…
    Prabéns! Abraços.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: