Arma contra o stress.

fevereiro 9, 2008 às 2:50 am | Publicado em Música, Miss Ginsu, Vida Pessoal | 8 Comentários

Todos têm seus dias mais chatos, onde desde a hora em que você acorda tudo começa a desandar. É a água congelante do chuveiro, o papel higiênico que acaba e, justo neste dia, não tem rolo reserva, o chefe que resolve pedir planilhas para ontem ou a notícia de que seu salário vai atrasar de novo. Enfim, tudo que pode dar errado, dá.

Pra esses dias acho que todos deveriam ter um “santuário” – um lugar onde você se desligasse do mundo e relaxasse. Eu tenho um: meu carro. Eu adoro dirigir. E dirigir ouvindo música é a combinação perfeita.

Ultimamente meu “santuário” tem sido invadido por maus espíritos, sabe? Eles conseguem fazer com que eu me zangue no trânsito. E olha que eu tinha prometido a mim mesma ser mais tolerante. Mas às vezes não dá. É motorista me cortando, andando mais lento que uma mula puxando carroça, dobrando sem dar sinal (Pô! A sinaleira existe pra isso!). Mas o pior de todos é moto. Ô raça infeliz! A vontade que tenho é de abolir todas as motos – TODAS. Não gosto que andem na minha frente, nem no meu lado (sem falar que acho que todos os capacetes têm piolho).

Porém, santuário é santuário. E quando a coisa aperta, saco a minha arma mais poderosa atualmente no combate ao stress: o cd do The Killers- Live at Glastonbury Festival 2007.  A voz do Brandon com o som da guitarra me deixa totalmente zen. Esqueço os carros, as motos e sigo a viagem cantando em alto e bom som (no volume máximo tanto eu quanto o som) e, é claro, dançando.

 And someone is calling my name
From the back of the restaurant
And someone is playing a game
In the house that I grew up in
And someone will drive her around
Down the same streets that I did
On the same streets that I did

Smile like you mean it
Smile like you mean it

* Smile Like You Mean It – uma das minhas preferidas juntamente com This River is Wild.

8 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Minha arma contra o stress é colocar qualquer coisa do Weezer bem alto e dublar com o controle remoto. E meu santuário é o puxadinho.

  2. Não tenho santuário. Desconto a raiva nos outros mesmo. =P

    Mas ouvir The Killers é tãoooooooooo bom…

  3. Uma carona, por favor? ;)

  4. Não é a toa que a Mon é minha irmã. Tirando a parte do The Killers. Não sei como vocês conseguem ouvir isso!

  5. Aqui eu nao tenho carro… mas meu santuario tambem é a musica. Eu atocho os fones de ouvido e saio cantando música boa por ai. Por hoje, ja rolou Brian Wilson e The Strokes. Mas eu sempre tenho Bad Day, do REM, pra fazer troça da desgraça.
    Adorei seu blog :)
    Bjs

  6. Somehow i missed the point. Probably lost in translation :) Anyway … nice blog to visit.

    cheers, Amenorrheic.

  7. q pena, acabou o blog, foi? E eu estava achando engraçadíssimo…

  8. apaguem esse flopp


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: