Segundo disco de CSS

janeiro 23, 2008 às 9:19 pm | Publicado em João do Caminhão | 10 Comentários
Tags: , ,

A banda brasileira Cansei de Ser Sexy (pelo visto cansaram mesmo), que não faz sucesso no Brasil de grande sucesso internacional estão em meio a gravação de seu segundo CD em São Paulo. Como disse a vocalista LovefoxxxxXXXxxX:

“Não nos importávamos de gravar em Londres, mas é melhor gravar no Brasil. Vamos estar realmente sossegados e longe das pessoas que querem chegar até a gente”

Longe mesmo, pois no Brasil a maioria quer distância.

Em entrevista para o site NME, LovefoxxxxXXXxxX afirma que o disco será mais natural, com sonoridade mais crua e como se fosse captada ao vivo.

Será que um disco feito por uma banda com tal número de integrantes e instrumentos:

* Lovefoxxx – vocal
* Adriano Cintra – produção, bateria, guitarra, baixo e vocal
* Luiza Sá – guitarra e bateria
* Ana Rezende – guitarra e gaita
* Iracema Trevisan – baixo
* Carolina Parra – guitarra e bateria

pode ter uma sonoridade crua e natural?

Rockabye Baby

outubro 9, 2007 às 2:30 pm | Publicado em Crianças, João do Caminhão, Rockabye Baby | 3 Comentários

Na semana das crianças tudo gira em torno delas, desde as programações televisivas até palhaços andando pelas ruas fazendo propaganda de lojas, hoje mesmo me deparei com um. Existem todos os tipos de presentes. Mas os que são alvo de minha atenção são ospresentes educativos, que tem como objetivo preparar a criança para o mundo.

Um desses presentes tem como função a preparação da criança para um melhor gosto musical dos que andam por aí, ou se for o caso, a preparação da criança para o mesmo gosto musical que os pais. Por isso mesmo a industria musical preparou alguns CDs de bandas de rock para essa finalidade, são os CDs com canções de ninar com seus maiores sucessos.

Aque está alguns deles:

Lullaby Renditions Of Metallica

Lullaby Reditions of Metallica

Lullaby Renditions of Led Zeppellin

Lullaby Reditions of Coldplay

Lullaby Renditions of Coldplay

9604_300dpi.gif
Lullaby Renditions of Pink Floyd

9606.gif

Lullaby Renditions of The Cure

9614_lrg.jpg

Lullaby Renditions of Beach Boys

9613.gif

Lullaby Renditions of Nirvana

9609.gif

Lullaby Renditions of U2

9620_lrg.gif

Lullaby Rendition of Ramones

9622_lrg.gif

Lullaby Renditions of The Beatles

9616.gif

Podem atirar. Vão matar apenas um homem.

outubro 2, 2007 às 1:11 pm | Publicado em Che Guevara, João do Caminhão, Veja | 8 Comentários

Se forem no site da Revista Veja  poderão ler seu artigo sobre a morte do guerrilheiro Che Guevara. Um artigo cheio de erros, omissão e tendencioso. Que sai em uma data oportunista, ótima pra fazer propaganda contra seus ideais e como dizem: a esquerda e seus mitos.

Não quero invadir a redação da revista e nem promover boicotes contra a mesma, vou apenas dizer o que está errado sobre o Che Guevara, cada um acredita no que quiser e isso não é problema meu, quanto ao tendencioso, ele se apresenta em todo o artigo.

O artigo começa com uma frase que dizem ser do próprio Che dita ao ser capturado: “Não atirem. Sou Che. Valho mais vivo que morto” onde demonstra o apelo desesperado pela vida e o reconhecimento sem disfarce de sua derrota, a frase que dizer isso, se ela realmente tivesse saído, isso a Veja não diz,  também não diz que essa frase não é confirmada e que existem mais duas frases que pessoas presentes no acontecimento alegam ser verdadeiras, são elas: “Sou Che Guevara. E fracassei.” Um reconhecimento de sua derrota e nem o apelo por misericórdia, e um silencio a única frase dita seria de um de seus combatentes, no momento em que apontam armas para o prisioneiro “Caralho, este é o comandante Che Guevara, merece mais respeito”. Outro erro grotesco. O próprio nome do guerrilheiro “Ernesto Guevara Lynch de la Serna” de onde saiu esse lynch? Nome verdadeiro: Ernesto Guevara de la Serna apenas o pai assinava Lynch. Outra frase errônea, na hora de sua execução a revista diz que Guevara teria dito: “Você vai matar um homem”, faltou disserem que ele se ajoelhou e disse que era um ser humano, que não merecia morrer, o que ele teria dito foi, “Pode atirar, vai matar apenas um homem” o que seria mais aceitável,  pois seria de acordo com sua personalidade de que podem matar um homem, mais não seu exemplo, e o exemplo ele já estava dando, tão certo de que deu que ainda hoje publicam artigos mudando fatos, numa tentativa de deturpação de sua imagem. 

Pegam um comentário do francês Régis Debray sem disserem que foi um Guerrilheiro que não consegui cumprir as ordem, foi capturado, delatou a guerrilha na prisão e foi solto após o envolvimento de seu governo, onde ele diz que Che era adepto de totalitarismo até o último pêlo do corpo. Como assim? Se aos finais de semana ao invés de ter folga trabalhava no canavial, se quando entrou pro governo abaixou seu próprio salário para um salário mínimo.

Se querem jogar Che Guevara em um lixo devem jogá-lo em uma lata separada de todos os líderes comunistas, outro erro da Veja na tentativa afobada de destruição de um mito, Che Guevara discordava de Fidel em alguns pontos econômicos, discordava sobre a política da convivência pacífica entre o mundo socialista e capitalista, acusou as potências comunistas de explorarem os paises mais fracos que aderiram o bloco, dando o exemplo da URSS e Cuba, não a como compará-lo com todos esses líderes.

Depois de ser capturado Che Guevara foi assassinado 24 horas depois, ele foi capturado vivo, portanto era um prisioneiro de guerra, deveria ter sido julgado e não morto, por isso sua morte foi escondida, alegaram ter morrido no dia 8 em combate, mas morreu no dia 9, executado, com as mãos amarradas, com uma forte crise de asma, e sem perder sangue, por causa da grande anemia que se encontrava. Para Che, os povos oprimidos tinham que enfrentar o imperialismo com as mesmas armas que estes usavam, e qual era a política das ditaduras impostas pelos EUA na América Latina? O uso de armas e fuzilamentos. Sua morte comprova que essas eram as armas utilizadas pelo inimigo.  O fuzilamento, a perseguição de seus inimigos políticos, que acabavam em tortura e morte, daí vem a frase “Fuzilamos, e seguiremos fuzilando até que seja necessário”, por isso quando foi comandante em La Cabana ele fuzilou, todos os acusados contavam com defesa, contra a acusação popular, e em sua maioria eram militares carrascos do antigo regime de Batista. Sobre isso ele disse: “Se os deixarmos livres eles voltaram, e tentaram derrubar a revolução” E o que aconteceu em 1961? Foram invadidos na conhecida Bahia dos Porcos, por uma tropa formada por dissidentes cubanos. Que foram pra Miami após a revolução. Aí se justifica a sua “cabeça sanguinária”. Na Bolívia percebe-se que isso não passa de lenda, se ele fosse essa máquina de matar, por que não matava os soldados capturados na Bolívia? Pelo contrário ele tomava-lhes as armas e soltava a todos que sempre o delatavam.

 

Não a como desmistificar Che Guevara, pois ele não morreu como o comunismo da URSS, discordava em muitas coisas da política de Fidel, e  sua ideologia vai muito além de táticas de Guerrilhas e partidos políticos, e sim, como disse Sartre, ele era o homem mais completo de sua época, não por ser um comunista ou por ser considerado erroneamente um Deus da esquerda, mas sim por ser quase que indestrutível, não havia falta de ar que o prejudicasse, não havia nada a ser dito que ele não dissesse, um exemplo é ir contra a URSS em plena guerra fria em um país comunista que obedecia ao bloco, e não havia nada em que acreditasse que não fizesse como abandonar todas as mordomias de líder de estado e sua família pra espalhar a guerrilha na América Latina, pois ir pra Bolívia não era uma alternativa de um derrotado e sim o plano de minar os países com guerrilhas e criar um bloco comunista que fizesse frente à URSS, por isso não ganhou apoio dos partidos comunistas bolivianos além de ser mandado para a região menos provável de se realizar uma guerrilha na Bolívia pela organização mal armada de Fidel Castro, pois como diz sua frase antes da morte: “Diga a Fidel que esse não é o fim, que a revolução acontecerá aqui, hoje ou em qualquer data ou lugar” e acontece até hoje não se vê fotos de Fidel em movimentos sociais e nem a “ideologia” de Fidel sendo lembrada pelos novos lideres de esquerda da América Latina.

O Vermelho e o Verde

setembro 27, 2007 às 12:32 pm | Publicado em João do Caminhão, Poema, Tosco | Deixe um comentário

 

Às vezes eu lhe encontro

com um homem em cima

Às vezes eu lhe encontro

com um homem embaixo

 

Às vezes você atrasa minha vida

Então espero trocar de homem

Às vezes deixa que eu vá

Então eu vou e não olho pra trás

 

Porque eu sempre lhe vejo

Sempre lhe obedeço

Você pertence às mãos dos homens

Família

setembro 4, 2007 às 12:07 am | Publicado em Espanha, Família, João do Caminhão | 4 Comentários

Às vezes acho que minha família é a mais estranha de todas. Hoje tive a oportunidade de passar quase toda a manhã com três representantes dela: meu irmão que tem insônia e não deixa que ninguém durma até que ele tenha dormido, pois acha que ficar acordado sozinho aumenta sua insônia, meu pai, fanático pela Espanha e pela limpeza do carro e minha tia, irmã do meu pai, que não tem filhos, gosta de espremer espinhas, é fã de Roberto Carlos e que me chama por um nome horrível.

Bem, a manhã começou assim.

Acordo com o telefone tocando e escuto minha mãe dizendo: “ele tá dormindo, mas eu vou acordá-lo. Agora mesmo ele está aí”. Meu pai toma o telefone dela e logo diz: “a Espanha tá ganhando… ah não sei de quem é não, mas tá ganhando. É de um tal de gan”.

Minha mãe abre a porta do quarto e diz que tenho que ir na casa da minha tia arrumar o computador que travou. Eu levanto, escovo os dentes, vou pra sala e lá está meu pai, com uma bandeira da Espanha no sofá e com a camisa da seleção. Olha pra mim e diz: “quem é esse time que a Espanha tá ganhando”? Eu com sono respondo: “Gana? Como você sabe que a Espanha tá jogando e não sabe de quem ela tá ganhando?” Com um grito ele responde, “AH MAS A ESPANHA EU SINTO QUANDO VAI JOGAR!”

Meu irmão abre a porta do quarto com uma cara horrível de nervo e diz: “Eu não recebo apoio nenhum nessa casa, todo mundo sabe que eu tenho problema com sono e ficam gritando e telefonando, só recebo desgosto aqui”, meu pai com um sorriso diz baixinho, “a Espanha é uma fúria!”

Terminado o jogo, eu já esperando há meia hora pra ir pra minha tia entro no carro.

Quando estamos saindo meu irmão aparece e diz: “Vou com vocês.” Eu digo: “Mas você não queria dormir?” Irmão diz: “Vou ficar fora de casa o dia todo, talvez assim eu passo a existir aqui”. Então eu fico a pensar. Mas se ele quer ficar fora de casa não seria melhor ele sair sozinho ao invés de ir junto com a gente pra casa da tia, e voltar daqui uma hora?

Depois de todos embarcados e meu pai ter passado pano no volante antes de começar a dirigir saímos. Na outra esquina meu pai para o carro pra limpar toda a parte esquerda por que o vizinho que estava lavando o carro deixou espirrar água de sabão, e isso faz encardir a pintura. Quando começamos a sair pela segunda vez, eu, humildemente, que havia participado tão pouco de tudo, e falado tão pouco, abro a janela, então ele diz pra fechar, pois está ventando muito e o vento levava poeira pra dentro do carro. Durante o caminho não tivemos mais nada de anormal.

Chegando na casa de minha tia aperto o interfone, ela atende e eu digo: “Já cheguei”. Ela diz: “Já chegou Agustinho Neto coraçãozão?”. Então entro, sento em frente ao computador, ligo e está tudo normal, como se tivesse arrumado sozinho. A essa altura meu pai animado com o jogo já esta conversando tudo em espanhol com ela, comigo, com meu irmão e às vezes com ele mesmo, e já está rolando Roberto Carlos de som ambiente. Depois que vejo que o computador não tem nada de mais, ela me dá um CD de plantas de apartamentos pra olhar e descubro que tenho que baixar um programa que permita ler os arquivos. Como o computador dela tem uns 11 anos, mesmo ela tendo dinheiro pra comprar um de última geração, iria demorar 30 minutos pra baixar um programa de 8 MB. Ela me leva pra sala e vai procurar espinhas, espreme uma e diz que outra ainda tem outra, que uma ainda não está no ponto, espreme no meu pai e volta para meu lado, meu irmão que encontrou um livro de auto-ajuda não parava de ler, de repente ela vira e diz: “Agustinho Neto, vou te ajudar a organizar seu casamento agora”, então o download termina, eu não consigo arrumar, e volto pra casa. Chegando ligo pra minha namorada, e fim de manhã.

O Gene Egoísta¹

agosto 21, 2007 às 1:49 pm | Publicado em João do Caminhão, Sociedade, Teses | 2 Comentários

 

 

A ideologia mais forte, que provocou tantas revoluções não passa de uma aproveitadora de idéias alheias. Se aproveitaram de pensadores e cientistas como J. J. Rousseu e Darwin, com a esperança de provarem sua ideologia e formarem uma sociedade mais organizada e justa, mesmo isso sendo quase que impossível.

 J. J. Rousseau disse que o homem nasce virtuoso e degenera na sociedade. Séculos depois aparece Darwin, que afirma que os seres vivos evoluem pela disputa de uns com os outros, sobrevivendo o mais apto.

De Rousseau eles se aproveitam para justificar a necessidade de construção de uma nova sociedade, para que ela não degenere mais os pobres homenzinhos bons. E de Darwin conseguem fabricar a teoria do “Darwinismo Social”, onde um o homem se evolui aproveitando de seu irmão, ou então simplesmente eliminaram  os pensadores, um exemplo é Stalin que exterminou os biólogos mendelianos. Dá menos trabalho que fazer adaptações, né? Nenhuma desses teses socialistas foram estudadas a fundo, apenas leram outros estudiosos e saíram gritandos as suas próprias.

Desde o início até hoje, depois de acabado tanto economicamente quanto ideologicamente, apareceram evidências de que socialismo é falho, seja com Darwin ou com os mendelianos, as descobertas mais recentes de genética dizem que nossos traços comportamentais são determinados pelos nossos genes, ou seja, o homem não tem seu comportamento determinado pela sociedade, a sociedade não o corrompe, se ele é egoísta, ele já nasce assim, ou se ele tem momentos de caridade, é mesmo por apenas um momento, e ganhará algo com isso, seja de imediato ou no céu quando morrer. Se quisermos ter uma sociedade organizada como das abelhas ou das formigas, que nasçamos com genes de formigas e abelhas, e aprendamos a dar a vida pela sociedade como elas fazem.

 

¹. O Gene Egoísta é um livro de evolução de Richard Dawkins. Não fala sobre socialismo, mas explica a natureza egoísta dos seres vivos.

 

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.